Dicas de planeamento alimentar para evitar o desperdício (Parte II)

Olá, aqui estou eu outra vez!
Eis as minhas 6 dicas principais para economizar tempo e energia e evitar o desperdício no que diz respeito ao planeamento semanal:

 

1. Comecemos pelo supermercado

 

A dica principal é: para garantir um correto aporte de nutrientes, varia não só os alimentos, como as superfícies comerciais onde compras esses alimentos. Claro que se consegues ir a uma mercearia local, tanto melhor, mas nunca te esqueças de ser eficiente e evitar os horários de maior concentração de pessoas.

 

2. Tem uma lista de receitas para a semana

 

Há quem prefira preparar 3 a 4 receitas para a semana toda, e há quem prefira preparar vários alimentos em grande quantidade e fazer combinações diferentes em cada dia. Seja qual for a estratégia, sem um plano de refeições, muitas vezes compramos um sem-fim de alimentos e ingredientes completamente desnecessários. Para evitar este desperdício alimentar e desperdício de tempo, aconselho sempre a perder uns 15 minutos e escrever uma pequena lista do que queremos fazer nessa semana.

 

3. Aprende a organizar os alimentos lá em casa

 

Regra de ouro: produtos com data de validade menor vêm para a frente. Além disso, retirar os alimentos das embalagens ao chegar a casa e conservá-los em recipientes próprios, pode ajudar na organização. No que diz respeito à conservação no frigorífico há algumas recomendações a ter em conta, como por exemplo, os alimentos perecíveis devem estar nas prateleiras superiores, frutas e hortícolas nas inferiores e, produtos que aguentem bem mudanças de temperatura na zona da porta.

 

4. Usa o multitasking na cozinha

 

Não é novidade para ninguém que não sou fã da cozinha, daí que tudo o que possa fazer para diminuir o meu tempo a cozinhar eu vou, com certeza, fazer. Se tenho ovos e arroz a cozer no fogão, aproveito que o forno está livre e coloco uns legumes cortados com especiarias e algumas batatas em rodelas para assar simultaneamente. Enquanto isso, posso usar o liquidificador e preparar um húmus para os meus snacks. Usa o teu tempo com sabedoria para saíres rapidamente da cozinha!

 

5. Se não te divertes, não vais querer repetir isto todas as semanas…

 

Põe uma música. Acende uma vela. Ouve um podcast. Convida um amigo ou até as crianças lá de casa! Mas, por favor, não faças dessas 2 horas semanais na cozinha um momento de tédio. Mesmo sabendo que é uma ajuda preciosa para não estar sempre a cozinhar durante a semana, óbvio que não vais querer repetir este processo se o associares a uma tarefa árdua. Diverte-te!

 

6. Atenção às sobras

 

Não conseguiste terminar o prato todo? Não tem mal nenhum. Não precisas de ultrapassar o teu limite de saciedade, mas também não tens que deitar fora a comida. Guarda para o dia seguinte ou usa essas sobras para dar vida a um novo prato. Por exemplo, se assaste algo no forno, porque não usar esses “restinhos” para fazer um salteado rápido com várias especiarias?

Costumo dizer que não há regras na alimentação. Faz o que sentires que é necessário e aprende a ouvir o teu corpo para saber o que funciona para ti. Seja qual for a estratégia que usas para organizar a tua alimentação aí em casa, lembra-te que a sustentabilidade e a preocupação pela casa mãe – o planeta Terra – cabe-nos a todos. Cada pequeno passo que possas dar, dá.

 

1% é suficiente e pode fazer a diferença!

 

 

 

 

 

 

Isabel Pedroso Silva

Nutricionista registada na Ordem dos Nutricionistas (3836N)/ Registered nutritionist in Nutritionists Order (3836N)

Instagram: @isabelpedrososilva

Add Your Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Top