Artigo escrito pela Sara Silva, do projeto No Footprint Nomads.

Compostagem caseira - princípios e razões para começar

O que é a compostagem?

A compostagem é o processo controlado de decomposição da matéria orgânica por microorganismos na presença de oxigénio – os resíduos orgânicos vão sendo “comidos" por bactérias e fungos que utilizam oxigénio. Aliás, a presença de oxigénio (ar) durante o processo é muito importante para o sucesso da compostagem, como se vai ver adiante.

O resultado é o composto, um adubo orgânico rico em nutrientes e com um cheiro agradável, em nada semelhante ao monte de resíduos que lhe deu origem. (1)

 

ciência por detrás

A compostagem não é mais do que uma imitação do processo natural de decomposição da matéria orgânica que decorre na natureza e que forma a primeira camada de solo – o húmus.

Durante o processo de compostagem, existem vários grupos de microrganismos que se desenvolvem: as bactérias são as pioneiras e alimentam-se de compostos mais simples; os fungos e as actinobactérias (um “mutante", meio fungo e meio bactéria) quebram as matérias mais difíceis de digerir e colonizam o composto quando a temperatura diminui; finalmente, surgem organismos mais complexos que protegem as plantas de doenças quando se utiliza composto como adubo.

O processo é aeróbio, ou seja, precisa de oxigénio. Na presença deste elemento, a compostagem é mais rápida, produz temperaturas mais altas, e não origina odores desagradáveis. As temperaturas altas eliminam microrganismos causadores de doenças, tornando o composto seguro para o uso na produção alimentar. (1)

Resumindo, a compostagem necessita de: 

oxigénio – deve garantir-se o arejamento adequado para que se dê o processo aeróbio; (1)

água – cerca de 40 a 65% de água para que as reações químicas possam ocorrer e os microrganismos possam sobreviver; (1)

balanço carbono-azoto – carbono e nitrogénio são dois dos nutrientes necessários para alimentar os microrganismos. O balanço entre eles é importante para o sucesso da compostagem. O carbono é uma fonte de energia para os microrganismos e absorve o excesso de humidade. Fontes de carbono incluem folhas secas, galhos, papel de jornal, ou cartão. Fontes de nitrogénio incluem vegetais e frutas, borras de café, ou folhas de chá. (2)

O que compostar?(3)

Restos e cascas de vegetais, frutas e hortaliças

Folhas e sacos de chá (atenção que o saco seja de papel e não de plástico)

Borras e filtros de café

Restos de pão

Cascas de ovos

Cartão e papel

Restos de comida cozinhada sem gordura (ex: arroz branco)

Cinzas de lenha

 

O que não compostar?(3)

Gorduras e óleos

Ossos e espinhas

Carne e peixe

Excrementos

Cinzas de cigarro e beatas

Carvão

 

Porquê compostar?

Compostar é uma solução económica e natural para o problema dos resíduos orgânicos. Em vez de serem levados para um aterro sanitário, onde causam um cheiro nauseabundo e problemas ambientais, os resíduos, quando compostados, devolvem os nutrientes à terra.(4)

As vantagens não se ficam por aqui:

quando feita corretamente, a compostagem origina um adubo seguro e natural que pode ser usado em vez de fertilizantes químicos;

confere resistência a pragas e doenças, melhora a capacidade de retenção de água e nutrientes pelo solo, e reduz a poluição causada pelos fertilizantes químicos;

reduz o volume dos resíduos orgânicos e o custo da sua recolha.(4)

 

Como começar?

O site da Lipor oferece uma série de recursos para te ajudar a iniciar o teu projeto de compostagem.

 

Referências:

1. Graves, R. E., & Hattemer, G. M. (2010). Chapter 2 – Composting. Em Part 637 Environmental Engineering National Engineering Handbook. Forth Worth, Texas: National Production Services. Consultado em 9 de Setembro, 2020, https://directives.sc.egov.usda.gov/OpenNonWebContent.aspx?content=28910.wba 

2. Sherman, R. (2017, April 7). Backyard Composting of Yard, Garden, and Food Discards. Consultado em 9 de Setembro, 2020, https://content.ces.ncsu.edu/backyard-composting-of-yard-garden-and-food-discard

3.Flyer Horta da Formiga Compostagem. (s.d.). Consultado em 9 de Setembro, 2020, https://www.lipor.pt/fotos/gca/flyer_horta_formiga_compostagem_13340292435e4bdc5017413.pdf

4. O Portal de Ambiente e Sustentabilidade. (2011, May 9). Consultado em 9 de Setembro, 2020, http://www.planetazul.pt/edicoes1/planetazul/desenvArtigo.aspx?aini=20165

Add Your Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Top