Comer saudável e barato: é possível?

Artigo escrito por Sara Silva, do projeto No Footprint Nomads

Há quem pense que comer saudável é mais caro. Esta ideia não podia estar mais longe da verdade. Comer bem e com prazer é possível e não tem de custar mais.

Com um pouco de conhecimento, paciência para preparar refeições em casa, e uma lista de compras, é possível comer mais saudável enquanto se poupa.

Como comer mais saudável?

Baseia-te na roda dos alimentos

A Roda dos Alimentos indica a proporção e os grupos de alimentos que fazem parte de uma alimentação saudável. A Roda ajuda a perceber quais os alimentos que se devem comer em maior quantidade e a importância em variar. O ideal é incluir diariamente porções de todos os grupos e beber sempre muita água ao longo do dia.

Come alimentos in natura

O alimento in natura é aquele que vem diretamente da natureza e que não sofreu qualquer tipo de processamento (ex: frutas e legumes, ovos, ou leite). Alguns produtos podem ser minimamente processados, como o caso do grão ou feijão seco, farinhas, ou leite pasteurizado.

Alimentos in natura e minimamente processados devem ser a base da alimentação diária.

Padrão alimentar mediterrânico

A Bastonária da Ordem dos Nutricionistas defende a dieta mediterrânica como o padrão alimentar mais saudável e adequado para os Portugueses.

Esta dieta privilegia as frutas e os legumes, o baixo consumo de carne e processados, o uso do azeite como gordura de eleição, e o consumo variado de alimentos da época.

Consome menos proteina animal

Alinhado com as recomendações da Direção Geral de Saúde, é importante consumir carnes vermelhas e processadas em moderação e comer mais frutas e vegetais. Leguminosas, como os feijões, lentilhas, e grão, são ótimos substitutos de proteína animal.

10 Dicas de compras económicas:

1. planeia as refeições da semana tendo em conta o que já tens em casa e compra apenas o que necessitas;

2. compra alimentos naturais, não processados;

3. compra a granel sempre que possível;

4. substitui carnes por leguminosas ou ovos;

5. compra cortes de carne mais baratos:

6. confecciona os alimentos numa panela sob a forma de sopas, guisados, estufados, ou caçarolas;

7.  compra frutas e hortícolas da época;

8. armazena os alimentos adequadamente;

9. utiliza sobras para confeccionar novos pratos;

10.evita comprar produtos de conveniência, como queijo fatiado, refeições pré-preparadas, sumos de pacote, enlatados, etc.

É realmente mais barato comer em casa?

Comparemos o pequeno-almoço em casa com a oferta mais comum no café da esquina.

 No café 

Café expresso e um pão com manteiga.*

Um café expresso custa €0.65 e um pão branco com manteiga €0.70.

Total 1 refeição: €1.35

 Em casa

Papas de aveia com canela, banana, e amendoim.*

No site do Continente, um pacote de 400g de flocos de aveia grossos custam €0.69; uma banana custa €0.20; 45g de canela em pó custam €0.46; e 200g de miolo de amendoim torrado custam €0.89.

Total: €2.24

Para 1 refeição: 30g de aveia custam €0.05; meia banana custa €0.10; uma pitada de canela custa menos de €0.01; e 25g de amendoim custam €0.11.

Total 1 refeição: €0.26

*Quantidade e preços para 1 pessoa. 

Tomar o pequeno-almoço diariamente no café custa cerca de €40 por mês. Se tomares em casa, não só poupas quase €33 por mês como comes uma refeição mais equilibrada.

Para poupar é preciso mudar alguns hábitos e cozinhar mais por casa mas não é mais caro comer alimentos nutritivos e saudáveis.

 

Para mais informações e dicas, consulta o livro gratuito “ALIMENTAÇÃO INTELIGENTE coma melhor, poupe mais” da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto. 

Add Your Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Top