Apicultura – Uma forma sustentável de ter acesso a alimentos

A apicultura é uma atividade que promove a formação de colónias de abelhas em colmeias feitas pelo apicultor. Por norma, as abelhas utilizadas na apicultura possuem ferrão, mas também existem abelhas sem ferrão.

A caça ao mel e às colmeias e a apicultura são sistemas diferentes. A caça é uma atividade que se baseia na destruição de colmeias selvagens, de forma a terem acesso a mel e a outras fontes de alimento, recorrendo ao fogo e fumigação de colmeias, o que constitui risco de incêndio e de destruição da biodiversidade e das comunidades locais. A apicultura respeita o ciclo natural das espécies de abelhas locais, é um método não invasivo e os produtos obtidos são mais fáceis de recolher. As colmeias são facilmente transportadas e colocadas em locais, onde por exemplo, haja necessidade de haver polinização. Os produtos que gera são facilmente controlados pelo apicultor e permite maiores rendimentos, quando a atividade é bem gerida. Os produtos têm maior qualidade do que os obtidos através da caça das colmeias.

Porque é que a Apicultura é um método sustentável?

. Todos podem ser apicultores, independentemente da idade e não é necessário um controlo diário das colmeias, podendo ser uma fonte extra de rendimentos;

. É fonte de rendimento de muitas famílias a nível global, que vivem em zonas rurais;

. Enriquece a dieta familiar;

. Permite montar um sistema alimentar que para além de proporcionar alimentos naturais e saudáveis, é uma fonte de rendimento a todos os que se encontram nas cadeias de fornecimento de produtos de apicultura;

. É uma atividade que pode promover a oferta de emprego na comunidade;

. Requer pouco investimento inicial, pois é uma atividade que exige poucos recursos;

. Não requer utilização de soluções tenológicas complexas e caras;

. Promove a produção de mel (alimento energético e saudável), cera, polén, geleia real e propólis, produtos utilizados para diferentes fins e que geram rendimentos;

. Proporciona a polinização de flores de plantas, como de culturas agrícolas, sendo essenciais para a biodiversidade dos ecossistemas e para a alimentação das comunidades;

. Promove a proteção das abelhas locais;

. Gera rendimentos nas comunidades sem haver destruição de ecossistemas e promove a biodiversidade de espécies locais.

 

Referência:

FAO. 2012.  Beekeeping and sustainable livelihoods. Rural Infrastructure and Agro-Industries Division.

 

Add Your Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Top